Consequências para as indústrias que não implementarem a LGPD

Atualizado: Mai 21



As indústrias, bem como todos os outros setores da economia brasileira que mexem com dados pessoais tanto de clientes, como de fornecedores e de funcionários, devem implementar a Lei Geral de Proteção de Dados o quanto antes, a fim de evitar diversas consequências que a não adequação traz consigo, como por exemplo:


AS MULTAS


A partir de agosto de 2020, as indústrias que não estiverem em conformidade com a LGPD poderão ser multadas em 2% do faturamento anual, multa esta que pode chegar até a quantia de 50 milhões de reais.


AS INDENIZAÇÕES DECORRENTES DAS INFRAÇÕES


Se a indústria cometer alguma infração em relação a algum dado pessoal, como por exemplo, vaza-lo, utiliza-lo para outra finalidade ou qualquer outro fator, o titular dos dados poderá ingressar com uma ação por danos morais contra a indústria que utilizou os seus dados de modo indevido.


O AUMENTO DA RESCISÃO DE CONTRATOS COM CLIENTES E FORNECEDORES


Diante da não implementação da LGPD, a reputação da indústria tende a diminuir, e caso haja processos judiciais ou multas fruto desse fato, a imagem da indústria tende a ficar muito pior, correndo sérios riscos dela perder contratos com diversos clientes e fornecedores.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo