DPO na LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados, entrou em vigor em 2018, e as primeiras supervisões em empresas acontecerão em agosto de 2021. Deste maneira, as empresas precisam se adequar a está nova lei o mais rápido possível.


As empresas devem saber todas as competências exigidas pela lei e devem ainda resolver sobre o cargo de DPO (Data Protection Officer).


A ideia deste cargo, é que as empresas tenham alguém para cuidar dessa proteção dos dados dos cidadãos, por conta disso a lei determina que toda empresa que tenha coletado, armazenado e utilizado qualquer tipo de informação pessoal, tenha um DPO.



DPO

A obrigatoriedade do DPO ocorre em três casos:

· Quando o tratamento de dados é feito por uma autoridade ou organismo público.

· Quando a empresa está envolvida em monitoramento sistemático.

· Quando a entidade processo ou controla os dados pessoais sensíveis ou relativos á condenação ou delitos criminais.


É essencial que o DPO conheça muito bem a legislação da LGPD, e tenha experiência em governança.



Especialidades

Caso você não saiba como designar a função do DPO dentro da sua empresa, eu tenho uma solução pra você e o nome é Tutelas Soluções.

A Tutelas tem os mais de 50 documentos de adequação da LGPD que são completamente editáveis, facilitando a vida do cliente na hora da implementação da lei. Além dos documentos, você pode ter acesso a uma consultoria com um especialista em LGPD onde ele vai esclarecer todas as suas dúvidas e te ajudar a escolher o DPO mais eficiente.



Esperamos seu contato

Para mais informações, acesse nosso blog


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo