Mapeamento – Procedimento de Avaliação de Interesse Legítimo LGPD

Em primeiro lugar, existem diversos fatores a favor e contra o tratamento dos dados, e é importante prevê-los, tentando usar fatos reais sempre que possível, e evitar opiniões subjetivas.

Descrevendo o impacto potencial de não utilizar os dados pessoais da maneira proposta, é possível identificá-los e mapear da seguinte maneira:

· Quão significativo seria essa consequência? · Qual a probabilidade de a consequência ser notada? · Quem seria afetado pela não utilização?

Isso claramente pode ser simplesmente o oposto dos benefícios. Se a organização precisa de mais vendas para permanecer em atividade, a consequência de não utilizar os dados pessoais pode ser a perda de empregos.

Outras questões que devem ser consideradas juntamente, são:

•Este tratamento foi realizado antes e, em caso afirmativo, quais foram os resultados? •O tratamento é ético? •O tratamento teria algum impacto negativo e, em caso afirmativo, o que e para quem?

Vale ressaltar também que quaisquer outros problemas como estes, podem ser relevantes. Mas, sabendo que para que haja o real interesse legítimo é necessário demonstrar que o tratamento é essencial para o resultado que se busca. Além disso, é possível avaliar se existem outras maneiras de alcançar os objetivos declarados na avaliação de finalidade, que não envolvam o tratamento dos dados pessoais.

Seja como for, no Formulário de Avaliação de Interesse Legítimo, explique por que o tratamento deve acontecer da maneira descrita para o alcance dos benefícios pretendidos. Em particular:

· Como o tratamento se relaciona com os benefícios esperados? · O tratamento proposto é a melhor maneira de alcançar o resultado final? · Quais alternativas foram consideradas e por que elas foram rejeitadas?

Em suma, tendo estabelecido de forma clara, que o objetivo de aumentar as vendas pode ser alcançado por meio de publicidade que não envolve o processamento de dados pessoais. No entanto, esse método pode não fornecer um retorno, considerando o investimento, tão bom quanto o envio de e-mail para clientes que já compraram produtos e serviços semelhantes. Definitivamente o mapeamento de dados pessoais é o melhor forma para manter em conformidade com a LGPD.

Há muitas maneiras diferentes de mapear os dados pessoais. Se a sua organização já possui um método padrão você deve usá-lo, mas se não tiver nenhum tipo de controle, o uso dos nossos modelos é perfeitamente aceitável, e ele está disponível no E-book LGPD.

#MapeamentodeDados #MapeamentodeDadosPessoais

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2021 por Tutelas Soluções LTDA.

CNPJ 40.066.801/0001-74

Rua Vicente Furlaneto, 739, Sala 07

Presidente Prudente - São Paulo

CEP: 19053250

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn